domingo, 15 de julho de 2012

Comunicado à População - Julho de 2012

O Bloco de Esquerda – Almodôvar Acusa:

Edil de Almodôvar 


troca Segurança dos Munícipes por punhado de Sardinhas!!!


Após várias cartas trocadas com a Câmara e a EDP, na última sessão ordinária da Assembleia Municipal em 22 de Junho do corrente, o Bloco de Esquerda questionou o sr. Presidente da Câmara Municipal, o sr. António Sebastião, sobre a falta de iluminação pública nas últimas horas da noite desde pelo menos meados de Fevereiro, expondo as inerentes dificuldades e riscos de segurança para os munícipes em geral e em especial aqueles que iniciam ou terminam a sua jornada de trabalho àquelas horas, como sejam os trabalhadores camarários, trabalhadores da distribuição ou os trabalhadores que fazem turnos na Somincor.


Em resposta o Sr. Presidente António Sebastião admitiu ter imposto o corte na iluminação pública com o objetivo de poupar nessa despesa e reconheceu ter conhecimento que o seu programa de corte causa diversas dificuldades para os munícipes e trabalhadores noturnos e que tem consciência do risco acrescido de segurança.

Mais tarde, na mesma sessão da Assembleia, noutra questão colocada pelo Bloco de Esquerda perguntou-se ao Sr. Presidente da Câmara sobre qual a razão da mudança de ementa nestas comemorações do feriado municipal, do porco para as sardinhas, uma vez que nas anteriores se optou pelo porco por uma questão de poupança de dinheiro.

Sabendo nós que a crise aumentou, a reserva das sardinhas tem diminuído drasticamente nos últimos anos e daí o consequente aumento nos preços, esta alteração não fazia sentido e carecia de uma explicação clara.

Em resposta, feitas as explicações e reconhecendo que a alteração da ementa acarreta maiores custos, o Sr. Presidente António Sebastião, ainda acrescentou em tom jocoso, que não haveria problemas com isso 


”Até porque aquilo que se poupou na eletricidade dá para pagar a sardinhada.”

Será justo concluir, e o Bloco de Esquerda em Almodôvar assim conclui, que o iluminado edil António Sebastião, sacrifica a segurança de toda uma população – inclusos os eleitores que através de voto depositaram nele a sua confiança; para poupar uns “tostões” que até dão para pagar uma sardinhada, numa atitude de total falta de respeito pelos munícipes deste concelho.

Mas a falta de respeito do sr. Presidente, não se fica por aqui!Quando no início de Março, o Bloco de Esquerda, se dirigiu em carta ao sr. Presidente da Câmara a perguntar o que se passava com a iluminação pública dando voz à preocupação e anseios dos munícipes, tão simplesmente mandou um assistente mentir (pelo menos assim o parece) respondendo que o problema da falta de iluminação era um problema técnico e que já estava a ser tratado com a EDP de modo a resolver-se com a maior brevidade possível.

À falta de resolução da falta de iluminação o Bloco de Esquerda, contactou os serviços da EDP inquirindo sobre a situação e obteve como resposta a confirmação do que suspeitava: estava/está em curso um programa de corte imposto pela Câmara.

O Bloco de Esquerda mostrou em diversas ocasiões que este não é o caminho que queremos seguir e tem propostas válidas para construir esse caminho de alternativa.

A crise não justifica tudo…À semelhança do que tem feito o Governo da República, que para superar a crise, subjuga-se aos interesses económicos de uma Troika, e mais não faz que nos explorar até o tutano exigindo sacrifícios como nunca visto desde o 25 de Abril de 1974, e até suprimindo os mais elementares direitos conquistados.

O Governo Municipal, como bom aluno que é, recorre à mesma fórmula e em troca de uma Sardinhada, sacrifica o direito dos Almodovarenses à iluminação pública e à segurança que ela proporciona, apagando todos os dias as iluminárias das ruas horas antes do nascer do dia.