sábado, 22 de julho de 2017

Assembleia Municipal - Discurso de Candidatura

Discurso de António José Guerreiro na Apresentação de Candidatura à

Assembleia Municipal de Almodôvar


Almodôvar,  08 de Julho de 2017 – Inauguração da Sede de Campanha do Bloco de Esquerda





" Boa tarde a todas e a todos.


É pela 3ª vez que encabeço uma lista do Bloco de Esquerda à Assembleia Municipal de Almodôvar.

Nas duas vezes anteriores não consegui ser eleito.

Já fui no entanto Deputado Municipal em substituição do camarada José Gonçalo mais conhecido pelo Zuca eleito em 2009.

Nas eleições de 2013 não conseguimos eleger o que penso não ter sido nada positivo para a democracia da Assembleia Municipal. Assembleia essa em que falam: o presidente e os líderes de bancada, todos os outros entram mudos e saem calados. Nunca foi nem nunca será essa a nossa postura como ficou aliás demonstrado quando lá tivemos assento.

A assembleia Municipal de Almodôvar é uma assembleia que não tem interesse em dar a palavra aos munícipes, diria mesmo que não tem interesse na presença dos munícipes.

O Bloco de Esquerda na Assembleia Municipal vai insistir naquilo que propôs em diversas ocasiões e que consiste não só em dar a palavra aos munícipes no período antes da ordem do dia como no final, vai ainda insistir na sua proposta de descentralização da Assembleia, levando-a às sedes de freguesia e a  outros locais do nosso concelho. Vamos continuar a propor o Orçamento Participativo. Vamos propor a realização de referendos locais para assuntos importantes para o concelho, como seja o das chamadas uniões de freguesia que mais não foram do que imposições de freguesia. Neste caso vamos ainda trabalhar no sento de sejam repostas as freguesias de Gomes Aires e da Graça. Estou aqui também a lembrar-me do feriado municipal em que quando estava o PS à ferente da autarquia se comemorava a 17 de Abril, dia da atribuição por D. Dinis do primeiro foral a Almodôvar, depois vinha o PSD e passava para 24 de Junho, dia de S. João, conclusão… o povo já não sabia quando comemorar o seu feriado.

Estas são, entre outras, algumas das ideias que preconizamos há muito tempo e que defendemos em ocasiões anteriores, embora não necessariamente na Assembleia Municipal mas que nunca foram postas em prática. Sejam por terem sido rejeitadas pelas maiorias, seja por passarem completamente ao lado de políticos que, na sua procura constante de protagonismo e bem-estar pessoal, mais se preocupam em dar corpo a preconceitos e forma a fobias sociais diversas à custa de recursos que deveriam estar ao serviço do bem estar colectivo em detrimento de ideias e propostas que vão de encontro à resolução dos problemas do povo que representam.

E para finalizar quero só dizer que o bloco de Esquerda se preocupará em ouvir as necessidades da populações e das organizações do concelho, nomeadamente as associações, as empresas, incluindo as preocupações dos trabalhadores destas e não somente as administrações como é é habitual nos atuais e anteriores responsáveis políticos deste concelho.

Certamente que mais poderia ser dito mas entendo que mais importantes do que as palavras são as ações e para isso pode a Assembleia Municipal de Almodôvar contar connosco se o povo assim o entender a 1 de Outubro.

O povo, sim o povo, porque o povo é quem mais ordena.

Viva o Bloco de Esquerda

Viva Almodôvar