domingo, 8 de julho de 2018

Cristina Ferreira - Crónica ( XXVIII )





CAIXA ALTA XXVIII

Rádio Castrense 93.0 fm - 6ª Feira 







Esta semana, dia 2 de julho, segunda-feira, o Centro de Saúde de Castro Verde foi visitado pelo Bloco de Esquerda.

Moisés Ferreira - deputado na Assembleia da República , Adelino Coelho - BE-Castro Verde, Filipe Santos e António Guerreiro - BE-Almodôvar, Pedro Gonçalves - BE-Odemira, Ana Paula Costa - BE-Beja e técnica de radiologia neste centro de saúde, formaram a comitiva bloquista em representação partidária e dos concelhos abrangidos por esta unidade de saúde.

No programa da visita estava prevista uma reunião com as entidades gestoras da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo e do Centro de Saúde de Castro Verde, as quais foram questionadas pelo Bloco de Esquerda, na pessoa do deputado Moisés Ferreira e demais elementos da comitiva, no âmbito de diversos assuntos como a situação laboral global, a implementação do horário de 35 horas, a disponibilidade de equipamentos, manutenção e adequação das instalações, entre outros.

Sem surpresas, as respostas e informações prestadas foram no sentido que a gestões das unidades de saúde sob a égide da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, estão cientes que há muito por onde melhorar e que tudo depende de orçamentação adequada para implementar as mudanças necessárias, na gestão de pessoal médico, enfermagem e auxiliares, na gestão material e de  equipamentos, bem como das infraestruturas, seja ao nível de manutenção,  seja ao da expansão.



O Alentejo interior foi também tema na reunião, sendo consensual a necessidade de criar medidas de discriminação positiva no combate à interioridade e ao isolamento de  forma a criar incentivos para a fixação de técnicos de saúde na região.

Esta visita inclui-se na ronda que abrange várias regiões do país para recolha de informação mais sustentada e que apoiou o deputado na audição ao Ministro da Saúde, na comissão de inquérito realizada ontem, 5ª feira, no parlamento.

No fim de semana que agora entra, mais concretamente no dia oito de julho, pelas 16h00,  na antiga escola primária, a população de Felizes, freguesia de S. Barnabé, poderá ver concretizado o pedido feito durante a campanha autárquica de 2017, de querer conhecer um deputado eleito à Assembleia da República. O BE, não tendo ainda conseguido eleger um deputado pelo distrito de Beja, convidou João Vasconcelos, deputado eleito pelo círculo eleitoral de Faro, para prestar esclarecimentos sobre a atividade parlamentar desenvolvida pelo Bloco de Esquerda na Assembleia da República.

É de realçar que este deputado, divide a sua atividade parlamentar com o ativismo cívico no que diz respeito à abolição das portagens na Via do Infante, assim como a defesa da não prospeção e exploração de petróleo na costa algarvia.

Esta é uma iniciativa organizada pelo Núcleo Concelhio de Almodôvar do Bloco de Esquerda e que resulta da auscultação feita à população no périplo da campanha autárquica de 2017.

Sobre as lutas dos trabalhadores mineiros e operadores de lavaria, referidas em crónicas da rúbrica Caixa Alta anteriores, o impasse continua. O grupo parlamentar do Bloco de Esquerda, segue de perto o conflito nesta empresa e, depois de ouvidos os trabalhadores, com pretensão de também ouvir a parte patronal,  está a caminho a terceira chamada para audição da administração da SOMINCOR no parlamento. Os dois convites anteriores para audição, dado o seu caráter de não obrigatoriedade, foram declinados pela administração da mineira. Esta é uma posição que leva a uma livre interpretação sobre as verdadeiras intenções da parte patronal no conflito existente.


Cristina Ferreira 
06/07/2018